quinta-feira, 11 de junho de 2009




TV de LCD ou Plasma?

Pronto. Você vê, acha fantástico e quer comprar logo. Ouve falar em Plasma e LCD mas não tem a menor idéia do que seja isto. O vendedor, por sua vez, vai querer lhe empurrar aquilo que a loja tem mais em estoque, aquilo que talvez seja algum "refugo" ou algo que possibilita, a ele, uma melhor comissão. Tem o aspecto, também, de alguns fabricantes que oferecem um "por fora" para que os vendedores indiquem os seus produtos, principalmente quando encalhados.
Mas você não vai comprar um equipamento para agradar ao vendedor, vai comprar o que é melhor para você.
É por isto que eu vou dar as explicações das diferenças entre uma e outra tecnologia, para a sua melhor informação.
Existem Vantagens e Desvantagem:
O TV de Plasma gasta bem mais energia elétrica que o LCD e a duração dele é bem menor que a do LCD. Em média, um TV de plasma vai durar de 5 a 6 anos, enquanto um LCD durará de 8 a 10 anos em sua casa.
Tem outro aspecto a considerar: O plasma costuma marcar a tela com determinadas imagens que permanecem muito tempo estáticas.
Quando você assiste a programação da Globo, por exemplo, nota que o logotipo dela fica exposto na tela, durante a programação, o tempo todo. Fica ali meio discreto, mas fica. O mesmo acontece com a Record, Band, SBT e quase todos os canais.
Pois bem: No plasma, a tendência é aquele logotipo ficar marcado ali naquele cantinho. Consta que nos modelos mais novos este problema foi resolvido, só que há determinadas marcas, famosas, que já pararam de fabricar televisores em plasma.
Conforme você sabe, a nossa televisão continuará, ainda, por alguns anos, produzindo programas no formato 4x3, ou seja naquele formato quase quadrado (nem tão retangular assim) dos nossos televisores convencionais. Quando você compra um televisor moderno destes, no formato 16x9, ou seja, o formato de cinema (bem retangular), para ver esta programação normal, que é no formato 4x3 conhecido de todos nós, terá duas opções: Escolher no controle remoto se quer o canal ajustado à tela inteira ou se quer vê-lo no formato como está indo ao ao ar, que é o 3x4.
Se escolher a tela inteira a imagem vai simplesmente alargar-se, as pessoas vão ficar mais gordas e tudo vai ficar mais esticado para os lados. Eu, particularmente, não aceito ver televisão desse jeito.
Mas se escolher o formato normal, o que vai acontecer:
O televisor vai ficar com duas colunas PRETAS em cada lado, porque a imagem ficará exposta no meio.
Agora veja o grande problema: No plasma a tendência é o centro do televisor se desgastar mais, a luminosidade, brilho e contraste vão ficando mais fracos ao longo do tempo e você verá uma imagem não muito interessante, quando tiver que assistir a um DVD, ou mesmo o HDTV, com as partes laterais com mais brilho e luminosidade que o centro que já estará "mais gasto".
No LCD isto acontece também, mas a incidência é incomparavelmente menor que no plasma.
Tem outro detalhe: O televisor plasma esquenta bem mais que o LCD. Quando você vê um filme numa sala fechada, porque quer escurecer o ambiente, a diferença é notável.
Um teste que você deve fazer na loja:
O televisor de plasma tem a vantagem de que o telespectador pode ver a imagem, igual, de qualquer lugar da sua sala, não apenas de frente. Em alguns televisores de LCD as pessoas, quando sentam nas pontas do sofá, não verão o mesmo brilho que vê aquela que senta bem de frente.
Por causa disto, quando for à loja, na hora de escolher, não se conforme em ficar olhando apenas de frente, vá para o lado, fique na diagonal e olhe para a imagem. Os modernos LCDs corrigem este problema, mas ainda há alguns modelos mais antigos que permanecem com ele.
Em síntese: eu sugiro que você compre um LCD, que é o chamado cristal líquido, o custo benefício é incomparavelmente melhor.
Não vá no papo do vendedor!!!!
Postar um comentário